Arqueologias do Presente – A Batalha da Maria Antonia

Em um salão de jogos, os participantes do público são convidados a compartilhar memórias, negociar significados, realizar acordos e refletir sobre a construção de formas de democracia. Segue-se uma exploração do prédio da Maria Antonia, sede da antiga Faculdade de Filosofia da USP, importante pólo de resistência ao Regime Militar, esvaziada em 68 como parte do projeto de Repressão.

Primeira parte do projeto “Arqueologias do Presente” , com concepção de Cristiane Zuan Esteves, diretora do Opovoempé, o trabalho propõe uma experiência não-convencional ao espectador. Busca refletir de forma lúdica sobre o que resta da Ditadura Militar Brasileira na estrutura da sociedade e, sobretudo, no seu imaginário.

Este capítulo foi criado especialmente para a I Bienal Internacional de Teatro da USP.

O trabalho foi indicado para o Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro na Categoria Dramaturgia.

e4-arqueologias-do-presente-batalha-maria-antonia-4

Ficha técnica:

Concepção, Direção e Dramaturgia: Cristiane Zuan Esteves
Atores Criadores: Ieltxu Martinez, Mariana Senne, Manuela Afonso
Criação Sonora: Pedro Semeghini
Iluminação: Grissel Piguellim
Direção de Arte: Vânia Medeiros
Produção: Anayan Moretto

REALIZAÇÃO OPOVOEMPÉ e TUSP

e4-arqueologias-do-presente-batalha-maria-antonia-5